domingo, 8 de novembro de 2009

O meu Outono é verde


Descanso o olhar nas tuas pequenas folhas, que se arrepiam ao sabor do vento. Balanço a alma ao mesmo ritmo difuso da dança dos teus galhos. O céu, hoje, escureceu, mas, da minha janela, vejo que o Outono aqui é verde e a calma invade-me o pensamento.

Sem comentários: