quarta-feira, 11 de junho de 2014

Escrever à mão




10 comentários:

Graça Sampaio disse...

Adoro escrever à mão!! Foi uma vida inteira. Mas depois tive de me render ao teclado e dá jeito. Os miúdos é que não têm ideia do que é escrever à mão!

Flor de Jasmim disse...

Luisa sempre escrevi à mão, alem de ter estado agarrada a um computador quase 30 anos, nunca deixei de escrever à mão e, assim continuo a escrever nos meus cadernos que já são quase uma centena.

Também faço e adoro, fazer contas de cabeça e à mão com prova dos nove.

Beijinho e uma flor

redonda disse...

Vou experimentar os links :)

Rosa dos Ventos disse...

Todos os dias escrevo qualquer coisa à mão!
Gosto!

Abraço

redonda disse...

Já li os artigos e estou de volta. Gosto de escrever das duas maneiras, à mão e no teclado (no liceu comecei também a treinar a escrita com a mão esquerda). Na primeira há mais liberdade, porque desde que tenha um papel e um lápis/lapiseira posso escrever em qualquer sítio onde esteja.

Teté disse...

O que mais me chateia, é que tinha uma letra muito certinha e bonitinha e com os teclados estou a perdê-la. Por falta de uso! :)

Quanto às crianças, parece-me óbvio que devem continuar a aprender a escrever à mão. Pelas razões enunciadas e pelo próprio savoir faire - aprendi a escrever à mão a arroba/"A" penteado com um holandês, uma vez que ninguém me tinha ensinado e saía sempre muito torto. Até hoje não consigo escrever este símbolo &... :P

Beijocas

Jonatas Rubens Tavares disse...

Escrever a mão é mágica vazão.

Abraço

Pedro Coimbra disse...

Já quase não sei o que é escrever à mão.
E tenho uma letra cada vez mais horrível por causa disso.

Ana disse...

e o que eu gostei deste post:)

Arco Íris disse...

Gosto muito de escrever à mão...que pena as novas tecnologias nos estarem a afastar dessa preciosidade.